Alimentação de Iguana em Cativeiro

May 28, 2016

Dietas adequadas e que atendam minimamente as necessidades nutricionais são partes importantes para a manutenção de animais em cativeiro.

 

O Iguana Verde (Iguana iguana) tem se tornado um Pet cada vez mais comum. Com o aumento da criação em cativeiro, aumenta também os problemas ocasionados pelo manejo incorreto deste animal, sejam problemas comportamentais, de saúde ou nutricionais.

 

O objetivo aqui é falar um pouco sobre a alimentação deste animal magnifico, que tem a criação tão difundida e muitas vezes inadequada.

 

Alimentação estritamente herbívora no grupo dos répteis é bastante incomum, visto que a maioria destes animais se alimenta de insetos, pequenos mamíferos e outros répteis.

 

Iguanas são animais que vivem em florestas em zonas tropicais. Um dos principais fatores envolvidos na criação em cativeiro é que muitos criadores se esquecem da necessidade que esses animais têm da luz do sol. Não apenas pela importância do fotoperíodo, mas os raios ultravioletas estimulam o consumo de alimento, são importantes para a síntese de vitamina D e para o metabolismo de cálcio em lagartos diurnos que não ingerem invertebrados.

 

Indivíduos que não recebem a luz do sol (pode ser substituída por lâmpadas UVB específicas para répteis) tendem a ter problemas ósseos, falta de apetite, coloração opaca e baixa longevidade.

 

Dietas equilibradas e que atendam às necessidades dos animais são essenciais para a boa saúde, longevidade e reprodução em cativeiro.

 

Na natureza Iguanas consomem basicamente folhas. Quando criados em cativeiro, têm uma alta taxa de mortalidade, devido à desnutrição e principalmente por não ter suas necessidades nutricionais atendidas.

 

Levando em consideração alimentação desse animal na natureza observamos que apenas uma parte da dieta é composta de frutas, e que, quando adultos, são estritamente herbívoros, ou seja, não consome nenhum tipo de proteína animal.

 

Então como fazer para manter uma alimentação que atenda às necessidades do seu Pet?

 

Para uma alimentação adequada deve-se variar ao máximo os itens oferecidos, lembrando que se trata de um animal herbívoro e especialista em folhas, levando em consideração que é difícil encontrar frutos durante o ano todo, quando em vida livre, devemos montar uma dieta com o maior número de verduras possível, como: couve, acelga, rúcula, almeirão, folha de mostarda, agrião, manjericão, hortelã, alfafa, broto de feijão, etc., vegetais que contém oxalato devem ser usados de forma reduzida, como espinafre e repolho por exemplo.

 

Folhas são essenciais, pois tem menos açúcar e mais fibras digestíveis, vitaminas e minerais na matéria seca do que as frutas e pesquisas demonstram que embora seja herbívora, a digestão não é igual à dos mamíferos herbívoros, sendo assim é importante fornecer alimentos de alta digestibilidade, evitar folhas velhas e dar preferência sempre aos brotos. Ainda para a composição da dieta podemos incluir flores, hibisco, rosa, entre outras. Lembrando sempre de avaliar a procedência (possibilidade de presença de agrotóxicos) e fazer a higienização de todo alimento.

 

Frutas devem fazer parte de cerca 20% da dieta desses animais, pois estas diluem os nutrientes dos demais ingredientes da dieta. Em um estudo, a adição de uma xícara de morangos a uma xícara de alface romana reduziu as concentrações de proteína e de cálcio em dois terços em comparação com a alface romana sozinha.

 

Lembrando que todo animal, assim como nós, tem preferência por determinado alimento. Sendo assim, é ideal que a alimentação seja fornecida bem picada ou ralada, de modo de dificulte ao máximo que o animal escolha um ou outro alimento.

 

Existem também, rações comerciais que atendem, em grande parte, a exigência nutricional dos iguanas. O grande problema está em encontrar para venda no Brasil, pois sua grande maioria é fabricada em outros países o que dificulta a aquisição.

 

É importante lembrar que todo animal necessita de acompanhamento médico, sendo assim é fundamental fazer visitas periódicas a um veterinário especialista em animais silvestres, para exames de rotina.

 

Seguindo esses passos simples podemos garantir uma boa alimentação para nossos animais. Alguns registros indicam que com sol na medida certa e alimentação adequada um iguana pode chegar a viver até mais de 30 anos.

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

BARC-East, Beltsville Human Nutrition Research Center, Diet and Human Performance  Laboratory, Beltsville, MD 20705; and Department of Animal Science, Comparative Nutrition Group, Michigan State University, East Lansing, MI 48824

 

BARTEN, Stephen L; tradução e adaptação: Angela Basic; Bayer Eexotics Symposium – Selected Papers on the Green Iguana and Antimicrobials in Exotic Pets.- Criação e Manejo de Iguana Verde (Iguana iguana), et all páginas 13-22 disponível em: www.zoopets.com.br/iguana/apostila.pdf , 21 de maio de 2016.

 

DAVID J. BAER; Olav T. Oftedal; RUMPLER ,William V. & . ULLREY, Duane E. Dietary Fiber Influences Nutrient Utilization, Growth and Dry Matter Intake of Green Iguanas (Iguana iguana).The jornal of nutrition, 127:1501-1507, 1997. Disponível em www.jn.nutrition.org em 11 de abril de 2016.

 

DONOGHUE S.; Nutrition of the green iguana (Iguana iguana). Proc Assoc Rept Amphib Vet 99-106, 1996.

 

ZUG GR, VITT LJ, CALDWELL JP. Herpetology: An Introductory Biology of Amphibians and Reptiles, 2nd ed. San Diego, California: Academic Press; 630, 2001.

 

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags