Veja os 5 erros mais comuns na alimentação de pássaros

December 8, 2015

Por desconhecimento alimentar das aves por parte dos proprietários, alguns fornecem guloseimas como doces, massas, dietas ricas em carboidrato, além de ricas em gorduras (à base de girassol), o que acarreta problemas de distúrbios nutricionais frequentes como obesidade, deficiência de vitamina A, infertilidade, entre outros. Vale lembrar que nem sempre uma ave considerada "gordinha” pelo proprietário pode ser considerada saudável, bem nutrida. Outro problema alimentar que temos entre as aves, é a seletividade, o que leva a desequilíbrios na dieta, pois a ave vai pelo que lhes é mais palatável. Hoje, no mercado brasileiro, já existe ração extrusada de boa qualidade; consulte sempre um médico veterinário especializado. Saiba quais são os erros mais comuns na hora de alimentar seu pássaro, fique atento e procure evitar cometê-los.

 

Veja abaixo os erros mais comuns na alimentação dos pássaros de estimação

 

 

1) Alimentação exclusiva com sementes
 
É comum ver donos de pássaro que alimentam seuspets exclusivamente com um mix de sementes, vendido em pet shops. A maioria das espécies de pássaros adora sementes, e muitas vezes tem preferência por um único tipo, jogando as demais para fora do comedouro. Apesar de serem uma parte importante da alimentação das aves, as sementes não fornecem uma nutrição adequada para o seu pássaro de estimação.
 
Muitas rações compostas de sementes são bastante equilibradas nutricionalmente, mas lembre-se que antes de serem criados para comercialização, os pássaros eram animais livres, que muitas vezes percorriam muitas distâncias e se alimentavam das mais variadas frutas, sementes e insetos; por isso, por mais rica que seja a ração com mix de sementes, ela dificilmente será completa.
 
Existem pássaros que são carnívoros e devem ser alimentados com larvas e insetos. Por isso, antes de comprar um, certifique-se de estar disposto a mexer com esses bichinhos, pois ocasionalmente eles entrarão no cardápio do seu pet.
 
Além disso, pássaros exprimem uma predileção por determinadas sementes, como as de girassol, que são mais saborosas. No entanto, se ele se alimentar apenas dessas sementes ele irá ingerir muito mais gordura e deixar de lado os nutrientes presentes nos demais componentes da ração.
 
 
2) Usar apenas um tipo de comedouro
 

É comum que donos de pássaros tenham , às vezes de várias espécies. Aves têm preferências alimentares diferentes, e diferentes espécies preferem estilos diferentes de alimentação.

Alimentadores abertos com bandejas ou poleiros certamente vão agradar a maioria das espécies, mas é sempre bom ter mais de um local de alimentação e com opções diversas para garantir que todos os pássaros recebam a nutrição adequada e fiquem satisfeitos e bem nutridos.

 

 

 

3) Dar pão ao seu pássaro
 

Não é raro ver pessoas em praças alimentando os pássaros e pombas com pedaços de pão, e talvez por essa razão se popularizou o mito de que se pode dar pão aos pássaros, mas isso não é verdade.

 

O pão pode ser feito a partir de grãos de trigo; no entanto, o pão comprado é altamente processado e contém inúmeras substâncias que podem ser nocivas aos bichinhos. Isso vale também para biscoitos, bolachas e cereais matinais de flocos de milho, que são cheios de açúcar.

 

Dar um pãozinho ao seu pássaro pode acarretar em problemas de pele e até a perda de penas, sem falar em potenciais problemas de obesidade. Por isso, pense duas vezes antes de oferecer a ele qualquer produto industrializado ou rico em trigo branco processado.

 

 

4) Não proteger e deixar de trocar diariamente a água e o comedouro
 

 No caso de um viveiro amplo e aberto, existe a possibilidade da entrada de outros animais que serão atraídos pela comida de seu pássaro, tais como ratos. Por isso, certifique-se de que o comedouro está protegido dos invasores. É necessário trocar a comida diariamente e sempre disponibilizar água limpa e fresca ao seu animal.

 

Mesmo que o comedouro e o bebedouro ainda estejam cheios, descarte a água e a comida antiga e coloque uma nova porção. Isso é essencial para a saúde do animal, e também para a higiene do viveiro ou gaiola, do contrário, tanto a ração como a água podem se tornar foco de fungos e bactérias e ficarem contaminadas, o que pode representar um grande perigo para o pássaro.

 

 

5) Dar laticínios e outros tipos de alimentos de ser humano
 

Muitos donos de pássaros costumam dar ricota ou queijos brancos para seus pássaros, mas essa não é uma boa ideia. Aves não conseguem processar a lactose, isso porque nunca, nem quando filhotinhos, foram alimentadas com leite - afinal, são ovíparas e não mamíferas.

 

A alface é comumente achada em gaiolas: ela não faz mal nem é tóxica, mas possui um efeito calmante. Por isso, se quer que seu pássaro cante bastante, troque a alface pelo almeirão ou por uma folha de couve.

Existem vários alimentos que são muito tóxicos para as aves.

 

O chocolate ao leite, além de conter a teobromina, mesmo que em menor quantidade, contém lactose e muito açúcar, que são muito nocivos à saúde do animal.

 

Há alguns dados que indicam também que algumas variedades de abacate são altamente tóxicas para as aves, sendo a casca e o caroço as partes mais perigosas. Embora não sejam todos os abacates, é melhor ficar longe dessa fruta por via das dúvidas.

 

Os cogumelos, apesar de parecerem inofensivos e serem muito apreciados por humanos, são fungos. E podem gerar sérios problemas de saúde no aparelho digestivo e respiratório.

 

Outro grande vilão na alimentação dos pássaros, que invariavelmente passa despercebido como uma simples frutinha saudável, é a maçã.

 

Maçãs contêm vestígios de cianeto em suas sementes. O cianeto é um veneno muito tóxico, capaz de matar em segundos. Claro que na maçã e em outras frutas esse traço é muito pequeno para nós humanos, mas para aves pode ser fatal.

 

Macieiras são parte da família de “Madeira de osa”, e todas as árvores frutíferas dessa família contêm cianeto em suas sementes. Isso inclui cerejas, peras, damascos e pêssegos. Enquanto não houver o suficiente para prejudicar um ser humano, apenas traços poderiam facilmente matar seu pet.

 

A fruta em si não representa perigo, mas lembre-se de remover as sementes antes de oferecê-las ao seu pássaro.

 

 

Alimentando seu pássaro de estimação

 

Além dos erros que são cometidos na alimentação do pet, também é necessárioressaltar a importância de conservar adequadamente seus alimentos. As rações com mix de sementes costumam ter uma vida muito longa; no entanto, se não forem bem armazenadas podem estragar e serem atrativas para pragas como ratos ou mariposas. Sementes também podem envelhecer e ressecar, o que faz com que seu valor nutritivo diminua significativamente e que elas se tornem muito menos atraentes para o seu pet. Por isso, guarde-as com cuidado!

 

Para ter seu pássaro saudável e feliz, certifique-se de que sua dieta é bem variada e equilibrada. Não deixe seu pássaro comer sua pizza ou sanduíche, e pode ter certeza: ele vai tentar dar uma bicadinha.

 

Fonte: Agenda Pet

 

Please reload

Featured Posts

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Recent Posts
Please reload

Archive
Please reload

Search By Tags